Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

Pai e filho estão entre investigados em operação da PF contra fraude no transporte escolar

Pai e filho estão entre investigados em operação da PF contra fraude no transporte escolar

a1 (1)

Polícia Federal informou nesta quarta-feira (2), durante uma coletiva em Porto Seguro sobre a operação Gêneses, de combate a fraude no contrato do transporte escolar da prefeitura da cidade do sul da Bahia, que o procurador da empresa investigada na operação é filho do coordenador de transporte escolar do município. A coletiva de imprensa, assim como a operação, contou com a participação do Ministério Público Federal e Controladoria-Geral da União. A investigação estima que, nos últimos dois anos, o esquema causou um prejuízo de quase R$ 38 milhões aos cofres públicos.

A PF informou que o processo está sob sigilo e por isso, não divulgou nomes, citou apenas a relação de parentesco e de negócios de dois dos investigados. Conforme a polícia, o pai beneficiava a empresa do filho fazendo aditivos no contrato da licitação e criando rotas para circulação do transporte, que não existiam.

Por meio de nota, a Prefeitura de Porto Seguro assegurou que se “pauta na mais absoluta transparência em todos os contratos firmados com fornecedores e manifesta apoio e colaboração com o trabalho da Polícia Federal, se colocando à disposição para prestar todos os esclarecimentos necessários para que a investigação seja concluída o mais breve possível”.

OUTRAS NOTÍCIAS