Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

Opositores históricos distribuem elogios e brigam pelo apoio de Leão; entenda os motivos 

Opositores históricos distribuem elogios e brigam pelo apoio de Leão; entenda os motivos 

Quem conhece a história pela metade e só ouviu falar que o vice-governador João Leão (PP) soube que não assumiria o Palácio de Ondina pelos próximos 9 meses pelo rádio pode até imaginar que o Bonitão não tem muita importância no jogo político. O engano fica evidente olhando os dias seguintes à entrevista do Senador Jaques Wagner (PT), com Leão ameaçando deixar a base do Governo onde está há 14 anos e vendo uma série de cortejos públicos a um dos políticos mais poderosos da Bahia. Mas por qual motivo Leão é tão importante? É o que vamos explicar nas próximas linhas.

Para começo de conversa, Leão preside o partido que tem o segundo maior número de prefeituras na Bahia, o PP. A sigla saiu vencedora em 92 dos 417 municípios baianos durante as eleições intermediárias em 2020, que elegeu prefeitos, prefeitas, vereadores e vereadoras. À frente do PP, somente o PSD do senador Otto Alencar, vencendo em 102 municípios.

Cientista político e professor da Unilab, Claudio André explica a importância de ter ‘a máquina’, ou poder, nesses municípios: “Significa quase 1/4 das prefeituras da Bahia. É fundamental para o pleito a governador e passa a ser muito cobiçado, independente de qualquer coisa, um partido desse tamanho passa a ter uma importância gigantesca na chapa”, explica o professor.

OUTRAS NOTÍCIAS