‘O Cravo e a Rosa’: Drica Moraes relembra perrengues da produção com porca

‘O Cravo e a Rosa’: Drica Moraes relembra perrengues da produção com porca

Drica Moraes ficou feliz com a escolha de ‘O Cravo e a Rosa’ para inaugurar o novo horário de novelas nas tardes da Globo. Ela, que interpretou Marcela na trama de Walcyr Carrasco, relembra com carinho da produção. “É uma felicidade a volta de O Cravo e a Rosa. Amo essa novela! Brejeira, doce, suave, com histórias leves. Acho que foi um acerto de programação”, disse a atriz para a Quem. 

Para Drica, a novela faz sucesso pela narrativa leve. “Tramas divertidas, personagens muito bem construídos. O público precisa de escapes pra aliviar a rotina que tem sido bem puxada”, comentou. 

Ao relembrar da novela, Drica contou que passou por perrengues nos bastidores.  “A cena da porca no final, quando ‘papai’ morre e deixa uma herança que Marcela tem que dividir com a irmã porca. No início da gravação era uma porquinha fofa. Neste final entra um pequeno javali no estúdio. A porca tinha virado adulta e urinou no meu colo. Queria matar!”, disse. 

Ela relembra que o trabalho foi um retorno à Globo e um reencontro com Walcyr e Walter Avancini após ‘Xica da Silva’, na extinta TV Manchete. “Foi um prazer enorme poder mudar o registro. Público ama essa novela e ama a Marcela. Sempre tenho um feedback legal, falam muito da beleza dos figurinos e do corte a lá Garçon que eu usava na época”, disse. 

Sobre a preparação, ela lembra que estudou sobre a época. “Li sobre a época, os hábitos. Os figurinos da Marcela eram chiquérrimos. Amava me vestir. Trouxe um chapéu que tinha sido de minha avó para a personagem e era uma viagem me imaginar naquele tempo”, disse.

“A Marcela era uma mulher compulsiva pelo homem alheio. Muito engraçada a fixação dela. Parecia um carrapato atrás daquele homem. Minha família era um luxo: Taumaturgo Ferreira, Carlos Vereza, morríamos de rir com a porca que era minha irmã, e herdeira de papai”, contou. 

Drica contou que ela e Adriana Esteves eram próximas e falavam sobre maternidade. “Já era bem amiga da Adriana Esteves e batíamos altos papos sobre ter filhos! Queríamos muito! Ela já tinha o Felipe e ficava botando pilha pra eu ter. Muitos papos”, disse.

OUTRAS NOTÍCIAS