Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

“Nunca fui tão humilhado assim”, diz motoboy expulso de prédio no DF

“Nunca fui tão humilhado assim”, diz motoboy expulso de prédio no DF

O entregador de aplicativo Lucas Silva, 26 anos, expulso do Brasília Rádio Center, na Asa Norte, nessa terça-feira (10/5), contou ao Metrópoles que nunca tinha sido “tão humilhado assim”.

“O segurança mandou eu tirar a moto e me chamou de folgado. Depois, outro segurança apareceu apontando o dedo na minha cara, me agredindo e mandando eu sair. Aí, eu já comecei a gravar e, em nenhum momento, eu fiz agressões de palavras ou físicas para o lado deles. Fiquei falando que só queria fazer a minha entrega. Nunca fui tão humilhado assim”, lamentou Lucas.

Segundo o motoboy, a confusão começou quando ele parou a moto em uma área de carga e descarga, enquanto esperava a cliente descer para pegar o almoço. Um vídeo, gravado pela própria vítima, mostra o momento da briga.

 

Veja:

A gravação mostra dois vigilantes de terno batendo boca com o motociclista. “Tira a mão de mim!”, pede o entregador várias vezes, enquanto um dos trabalhadores tenta levá-lo para a saída. “Eu só vou entregar o pedido”, grita em outro momento. “Você parou sua moto em um lugar que não pode e ainda está reclamando?”, questiona um dos funcionários do prédio.

Em nota ao Metrópoles, o Sindicato dos Trabalhadores Motociclistas do DF (Sindmoto) informou que repudia qualquer violência ao motociclista no exercício da sua função. O sindicato destacou a falta de preparo dos seguranças do edifício e alegou que “não competia a eles a situação da moto estacionada.”

O outro lado

Questionados pela reportagem, o Condomínio do Brasília Rádio Center destacou que não compactua com nenhum tipo de desrespeito, violência e preconceito. “Nossa equipe recebe treinamento, regras e protocolos para serem seguidos, visando a segurança e o bom funcionamento da edificação”, ressaltou.

Quanto ao episódio dessa terça-feira, o condomínio revelou que as imagens completas do circuito interno do condomínio serão encaminhadas à delegacia.

OUTRAS NOTÍCIAS