Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

Novo horário de ônibus submete população a longa espera nos Terminais; 130 ônibus circulam oficialmente em Feira de Santana mas contrato prevê 248

Novo horário de ônibus submete população a longa espera nos Terminais; 130 ônibus circulam oficialmente em Feira de Santana mas contrato prevê 248
O novo horário de circulação dos ônibus de Feira de Santana submeteu trabalhadores e estudantes em uma longa espera pelo transporte público coletivo no Terminal Central, por volta das 21:00 horas de ontem (09). A informação é do vereador Pedro Cícero (Cidadania), que, na sessão desta quinta-feira (10), expôs as dificuldades enfrentadas pela população feirense para se deslocar pelo município por meio deste modal. Segundo o parlamentar, a recente mudança cria um longo intervalo de tempo entre a passagem dos veículos. “O pessoal que trabalha incansavelmente durante o dia e estuda pela noite, ontem ficou a Deus dará”.
Dos 248 veículos previstos no contrato do transporte público coletivo de Feira de Santana, apenas 130 circulam oficialmente pelo município. A informação é do vereador Jhonatas Monteiro (PSOL) que, na sessão de quarta-feira (09), alertou para o possível colapso deste sistema. “É uma situação escondida que o Governo Municipal não tem coragem de enfrentar”.
Ao repercutir a ampliação do horário de circulação dos ônibus, o parlamentar defende a adoção de medidas que garantam, efetivamente, o direito da população ao transporte. A ampliação da frota é umas das alternativas propostas por Jhonatas Monteiro, que chama atenção para o crescimento e desenvolvimento de Feira de Santana nos últimos sete anos. “Em 2016 eram 248 veículos e hoje são 130 para um município que cresceu imensamente”.
CPI do Transporte
Uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar supostas irregularidades no sistema de transporte público coletivo do Município pode ser instaurada em breve na Casa da Cidadania. Autor da proposta com este intuito, o vereador Jhonatas Monteiro pede celeridade à Mesa Diretora da Câmara na abertura das investigações. “Temos duas CPIs em andamento, mas esta é uma tarefa que nós precisamos enfrentar diante do caos no transporte coletivo”.

OUTRAS NOTÍCIAS