No dia do seu aniversário, Feira é presenteada com retorno do Monumento do Vaqueiro

Inauguracao-do-monumento-ao-Vaqueiro-Foto-ACM-7

No dia em que Feira de Santana celebra 190 anos de emancipação política, a comunidade ganhou um relevante presente: o retorno do Monumento ao Vaqueiro à avenida Olímpio Vital. O ato foi conduzido pelo prefeito Colbert Martins Filho, que esteve acompanhado por secretários municipais e pessoas da comunidade.

A escultura confeccionada em aço contorcido é de autoria do arquiteto Danilo Freitas. Na obra, o artista buscou representar o vaqueiro montado a cavalo, que ao ser observado em diferentes ângulos, mostra estar em movimento.

A peça foi feita em aço patinável, conhecido como corten, que contém elementos anticorrosivos e de alta duração. O monumento tem dois metros de altura por três e meio de comprimento e pesa cerca de 500 kg.

Durante a inauguração, Danilo Freitas explicou sobre a construção de sua obra, e do quanto estava honrado em ver sua arte sendo exposta para todos.

“O ponto de partida para a construção desse monumento foi o vaqueiro em alta performance, que garante que o vaqueiro está presente. O aço usado nessa escultura é mais resistente que um aço comum. Ele enferruja para se proteger. Durante séculos essa obra vai se manter. Sendo filho dessa cidade, me sinto muito honrado em ver um trabalho meu sendo exposto dessa maneira, para todos verem e apreciarem. Eu fiz essa obra para trazer o cidadão da cidade para o contexto do vaqueiro”, disse.

Segundo o prefeito Colbert Martins, o monumento do vaqueiro é um grande símbolo de representação e tem profunda relação com a zona rural da cidade. Ele também fez um apelo para que as pessoas respeitem esse importante símbolo.

“Muitas pessoas andam a cavalo na zona rural de Feira de Santana, temos vaquejadas, esse símbolo é uma grande representação disso. Portanto, no dia de hoje, além do símbolo, nós tenhamos uma busca para que a área rural de Feira de Santana retome a força que ela sempre teve. Hoje o monumento do vaqueiro volta ao seu devido lugar. Peço que todas as pessoas tenham a condição de respeitar esse símbolo. Infelizmente tem gente que não quer que esse símbolo seja a sua representação. Espero que ele seja respeitado e não danificado”, disse.

De acordo com o secretário de Cultura, Jairo Carneiro Filho, a presença do monumento do vaqueiro vai valorizar ainda mais a cultura da cidade.

“Nesse momento especial, temos a inauguração do monumento do vaqueiro que representa a história da nossa cidade, da nossa Feira de Santana. Tivemos outro, mas que por conta do vandalismo foi perdido. Então, o compromisso da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer foi inaugurar outro. Através do monumento do vaqueiro vamos valorizar ainda mais a nossa cultura”, disse.

Secom

OUTRAS NOTÍCIAS