Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

Neymar e amigos são denunciados ao Ministério Público por homofobia após vazamento de áudio contra Tiago Ramos

Neymar e amigos são denunciados ao Ministério Público por homofobia após vazamento de áudio contra Tiago Ramos

Neymar e os amigos que participaram da conversa em áudio vazada sobre o namorado da mãe do ex-jogador, o modelo Tiago Ramos, foram denunciados ao Ministério Público de São Paulo (MP-SP) por homofobia, incitação ao ódio e ameaça de morte de um LGBTI+. O astro de futebol chamou o padrasto de “viadinho” e contou com apoio dos “parças”, que sugeriram torturar o modelo com um cabo de vassoura.

A denúncia foi feita pelo ativista gay Agripino Magalhães. Através de seus advogados, ele solicitou que seja aberto um inquérito para apurar o caso.

“Homofobia e transfobia passaram, a partir do dia 13 de junho de 2019, a se enquadrar no Art. 20 da Lei N° 7.716/1989, que criminaliza o racismo, e alterou o Art. 121 do Código Penal, incluindo o homicídio motivado por homofobia no rol dos motivos torpes”, destacou o ativista.

O Extra procurou a equipe de Neymar, que apenas informou não ter uma posição, pois estava buscando informações sobre o caso. Já o Ministério Público de São Paulo respondeu que recebeu a denúncia, registrada como notícia de fato.

OUTRAS NOTÍCIAS