Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

Não vejo Dilma envolvida em corrupção, diz FHC

Não vejo Dilma envolvida em corrupção, diz FHC

4dcfcefd292f65e9ff5737b0894f8b79

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso reafirmou na noite desta segunda-feira considerar a presidente Dilma Rousseff uma pessoa “honrada”, mas não fez a mesma observação em relação ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. “Não vejo a Dilma pessoalmente envolvida (em corrupção). Quanto ao Lula tenho que esperar pra ver, tem muita coisa pra ser passada a limpo”, disse no programa Roda Viva, da TV Cultura.”Acho até que elas tentou se livrar de muitas dessas coisas e não conseguiu”, disse FHC sobre a dificuldade, a seu ver, de Dilma em enfrentar estruturas de corrupção já instaladas na máquina estatal. “Ela é pessoalmente honrada, mas politicamente ela também é responsável”, ressalvou ao avaliar que não é possível um presidente não saber que há algo de errado quando existe um esquema de corrupção do tamanho que existia na Petrobras.

FHC disse brevemente que considera aceitável um ex-presidente dar palestras pagas por empresas, mas que vê com receio a atitude de “abrir portas”, em especial quando essa ponte é feita para alguma empreiteira específica.

FHC pediu uma pausa nas perguntas para fazer uma ressalva sobre um trecho do seu livro Diários da Presidência – Volume I, que foi divulgado na imprensa. No trecho, o tucano confidencia que pensou em intervir na Petrobras depois de ser alertado, em outubro de 1996, pelo empresário Benjamin Steinbruch, ex-presidente da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), de que a estatal petroleira era “um escândalo”.O ex-presidente destacou que se referia, à época, que a forma de administrar a empresa era um escândalo e que não falava de qualquer indício de corrupção – no livro ele destaca que era descabido o fato de os diretores comporem o conselho de administração. “Essa corrupção que está aí começou bem datadamente no governo Lula.”

OUTRAS NOTÍCIAS