Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

“Não estuprei porque ela já estava morta” afirma Gilmar Dantas acusado de matar Bruna Santana

“Não estuprei porque ela já estava morta” afirma Gilmar Dantas acusado de matar Bruna Santana

6

Foi preso na manhã desta terça-feira (20) Gilmar Dantas dos Santos,41 anos, dois filhos, uma filha de 16 anos e um filho de 1 ano e 3 meses suspeito de matar a jovem Bruna Santana Mendes, o mesmo falou a Tv Caldeirão os motivos que levaram a cometer o assassinato “ Matei e não sei, minha intensão não era mata ela na verdade, não conhecia ela, não planejava nada com ela, é coisa que chegou de repente eu vi a menina pela primeira vez”. Afirmou

4

Gilmar contou em entrevista como tudo aconteceu, “ Ela chegou em minha residência e perguntou se eu conhecia o pessoal dela, falei que tinha pouco tempo que tinha mudado para o bairro e que eu não conhecia ninguém ali, que tinha menos de 1 mês, ai ela me contou uma história que ela estava no shopping com o pessoal eu não sei direito e que devido a multidão ela teria se perdido, ai eu falei que fim de semana é complicado, ai como eu estava com o celular na mão ela pediu, se eu podia emprestar o aparelho pra que ela deixasse uma mensagem , emprestei o aparelho pra ela, tentou abrir uma mensagem, deixar uma mensagem, ela não conseguiu porque a internet estava muito lenta, eu falei entre que aqui dentro de casa deve pegar melhor, ela entrou e me acompanhou, ai eu dei uma gravata nela dentro de casa, ela botou a mão aqui atrás do meu pescoço, foi na hora que eu apertei mais pra que ela não gritasse, não deixasse a voz dela sair, não foi intensão de matar não, não estuprei porque estava morta já” afirmou

O acusado já foi preso outras duas vezes por estupro, se diz arrependido e pediu perdão para os familiares da jovem, “ Eu só peço que me perdoe, porque são filhos e só Deus e eles sabem o que estão sentindo, ”. Finalizou

 

OUTRAS NOTÍCIAS