Multa contra poluição sonora pode subir para R$ 1 mil em Feira de Santana

52031-2

52031-2O crime de Poluição Sonora ainda é um dos mais comuns em Feira de Santana. Todos os dias a Secretária de Meio Ambiente do município recebe centenas de queixas relacionadas ao abuso e nos finais de semana essas denuncias crescem consideravelmente. O bairro Queimadinha, foi o local onde as pessoas mais praticaram o crime de poluição sonora em 2013, segundo informou ao Acorda Cidade o secretário de Meio Ambiente, Roberto Tourinho. Diante isso, a secretaria está intensificando as fiscalizações, desde o início deste ano, para coibir a prática nos bairros da cidade. 

De acordo com o secretário de Meio Ambiente, Roberto Tourinho, no último final de semana foram fiscalizados veículos com aparelhagem de som e estabelecimentos comerciais nos bairros Gabriela, Parque Ipê, Parque Getúlio Vargas, dentro outros. Nestes locais, a secretaria apreendeu sete equipamentos que estavam com volume do som acima do permitido.
Ele informou ainda que entregou ao prefeito José Ronaldo a proposta de uma lei, aprovada em São Paulo no dia 30 de dezembro do ano passado, que multa em R$ 1 mil a pessoa que for pega com som acima do permitido e prevê a apreensão dos equipamentos eletrônicos.

52030-3“Nós estamos muito confiantes que o prefeito vai mandar essa lei para a Câmara de Vereadores como continuidade das ações que nós estamos fazendo. A população sabe que durante o dia uma pessoa pode emitir som até 70 decibéis, e à noite 60 decibéis. Todos aqueles instrumentos musicais ou todos aqueles sons emitidos acima desse percentual, essas pessoas estão incorrendo no crime da poluição sonora e da perturbação da ordem”, afirmou Roberto Tourinho.

OUTRAS NOTÍCIAS