Mulheres serão as mais prejudicadas com a reforma da previdência social , diz senadora

Mulheres serão as mais prejudicadas com a reforma da previdência social , diz senadora

108395-3

O projeto de reforma da Previdência Social que o governo do presidente Michel Temer está enviando para o Congresso Nacional estabelecendo como idade mínima para a aposentadoria 65 anos vai prejudicar principalmente as mulheres. Isto é o que diz a senadora Lídice da Mata, do Partido Socialista brasileiro (PSB).

De acordo com ela, esta medida trará grande dificuldade para o povo brasileiro e coloca nos ombros do trabalhador o peso de resolver a crise.

“Hoje as mulheres se aposentam aos 60 anos de idade. Agora todas vão se aposentar aos 65. Isso é o início porque na verdade a ideia deles é que a aposentadoria do homem passe para 70 anos. As mulheres tem uma jornada de três turnos de trabalho. E significam 30% das pessoas que administram a sua própria família. As famílias brasileiras , um terço delas é sustentada por mulheres. Na Bahia esse percentual aumenta inclusive. Estas mulheres serão penalizadas se aposentando agora a partir de 65 anos de idade”, afirmou.

Para a senadora algumas decisões tomadas pelo governo Temer ao invés de resolver a crise podem aprofundá-la ainda mais.

“Eu acho que o remédio que dado por esta crise pode matar o paciente. Toda economia moderna discute que essas medidas de ajuste muito rigorosas podem levar a um aprofundamento da crise. E isso que está se debatendo no país hoje”, finalizou.

OUTRAS NOTÍCIAS