Mulher passa por cirurgia para retirar bala alojada no clitóris

Mulher-com-bala-no-clitoris-02-600x400-1

Uma mulher de 24 anos, da Somália, precisou passar por uma cirurgia de emergência para remover uma bala alojada em seu clitóris. Ela foi atingida acidentalmente enquanto estava em casa.

O caso foi relatado pela equipe que atendeu a paciente ao International Journal of Surgery Case Reports no fim do ano passado. “Até onde sabemos, este caso é único devido à retenção da bala no clitóris”, escreveram os médicos no artigo.

Anestesia local

A jovem foi levada às pressas para o Hospital Erdoğan, na capital do país, queixando-se de fortes dores na vagina. Exames de tomografia computadorizada mostraram que o projétil de 2 centímetros atravessou a vulva da paciente e ficou alojado dentro do clitóris dela.

O projétil foi removido cirurgicamente sob anestesia local. Os médicos destacaram que o procedimento precisou ser feito com cuidado extra para não danificar a uretra e a região pélvica da paciente.

A jovem teve alta no dia seguinte, depois de uma avaliação médica constatar que ela não sofreu complicações devido à bala. Ela foi avaliada novamente um mês após a cirurgia, os médicos disseram que estava assintomática e sem intercorrências.

Metrópolis

OUTRAS NOTÍCIAS