Mulher espera marido adormecer para matá-lo a golpes de marreta, caso aconteceu na cidade de Itabuna, Sul da Bahia

homem_morto_golpes_marreta_widelg

Ronald Oliveira dos Santos, de 34 anos, estava dormindo na noite do último domingo (21) quando recebeu golpes de marreta. Quem segurava o objeto era a sua própria esposa, com quem convivia há 16 anos. A mulher, identificada como Jamile dos Santos Moura, 35, se apresentou em uma delegacia e confessou ter matado o companheiro. O crime aconteceu em uma residência localizada no bairro Santo Antônio, na cidade de Itabuna, no sul da Bahia.

A Polícia Civil diz que foi a própria mulher quem procurou à polícia para relatar o crime. Na sede da 6ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Itabuna), ela disse que assassinou Ronaldo porque era vítima de violência doméstica e porque o homem já havia ameaçado matar ela e o filho. A suspeita foi ouvida e liberada.

Informações extraoficiais dão conta de que Jamile teria cometido o crime porque o filho adolescente do casal foi ameaçado de morte pelo pai, após flagrá-lo com uma amante. O jovem teria ameaçado contar sobre a traição para a mãe e Ronald, ao ser confrontado, supostamente empurrou o rapaz, que, por sua vez, reagiu dando um soco. 

Para evitar que o pai agredisse o filho, Jamile teria pedido para que o adolescente fosse para a casa da sogra. Aproveitando que estava a sós com o marido, ela pegou uma marreta para golpeá-lo. As informações não foram confirmadas pela Polícia Civil e o caso está sendo investigado.

A Polícia Militar diz que foi acionada para atender a ocorrência na madrugada de segunda-feira (22), agentes do 15º Batalhão da PM foram acionados para averiguar uma denúncia de um corpo ao solo na Rua Ana Francisca, no bairro de Santo Antônio. “No local, os militares encontraram o corpo e o DPT [Departamento de Polícia Técnica] foi acionado para realizar a perícia e remoção. A autoria e motivação serão investigadas pela polícia judiciária.”, diz trecho de uma nota da corporação.

BNEWS

OUTRAS NOTÍCIAS