Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

Mulher é morta após ser feita refém por companheiro e três policiais são baleados

Mulher é morta após ser feita refém por companheiro e três policiais são baleados

Um homem matou a própria esposa, que era mantida refém e atirou em três policiais durante uma tentativa de negociação para resgatar a vítima de feminicídio nesta segunda-feira (16) em São Paulo. A Polícia Militar disse que o suspeito atirou na cabeça da mulher e, em seguida, entrou em confronto com os policiais, que foram atingidos nas pernas, houve revide e o atirador também foi baleado.

A Polícia Militar recebeu um chamado por volta das 16h porque um homem estaria mantendo sua esposa como refém em uma casa na Avenida Ernesto Augusto Lopes, conforme apurado pelo G1.

O Grupo de Ações Táticas Especiais (GATE) foi acionado para negociar com o homem, mas o esquadrão especializado não conseguiu chegar a tempo, segundo informações do Comando de Operações Especiais da PM.

Os policiais feridos foram levados ao Hospital Municipal Vereador José Storopolli, na Vila Maria. Já o atirador foi encaminhado para o Hospital Geral de Guarulhos, onde deve ser submetido a uma cirurgia.

O caso será investigado pelo encaminhado ao 73º DP – Jaçanã. O suspeito deve ser indiciado pelo crime de feminicídio.

Informações: G1

OUTRAS NOTÍCIAS