‘Muito desespero’, diz irmão de homem que desapareceu após ser arrastado por enxurrada; Buscas seguem nesta quarta

image.psd-14-

O vendedor Carlos Antônio, de 37 anos, que desapareceu após ser arrastado por uma enxurrada ao tentar atravessar ponte sobre rio, em Feira de Santana, a cerca de 100 quilômetros de Salvador, segue desaparecido.

Nesta terça-feira (9), Tomé Jesus, irmão do vendedor disse que a família está sem dormir desde o ocorrido.

“Muito desespero, ninguém dormiu esperando uma notícia”, disse Tomé de Jesus.

Já Carlos Alberto dos Santos, tio de Carlos Antônio, disse que o sobrinho não sabia nadar.

“É um pouco [funda a área]. Para ele que não sabe nadar, era funda”, disse.

O caso ocorreu na tarde de segunda-feira (8) e nesta terça (9) as buscas continuaram, mas sem sucesso. Elas serão retomadas nesta quarta (10).

A situação foi registrada por testemunhas, na localidade do Campo do Gado Novo, e gravada com celular.

As imagens mostram que dois homens tentaram ajudar o rapaz, amarrando uma corda para que ele se segurasse, no entanto, ele é levado pela enxurrada e some.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, a água é turva e a má visibilidade dificultam os trabalhos das equipes, além da intensa correnteza.

Nos últimos dias, Feira de Santana foi atingida por fortes chuvas, inclusive com raios e trovões. Por isso, o Rio Jacuípe, que passa pela região, está com volume mais alto que o normal.

Além disso, um outro caso semelhante foi registrado na cidade de Antônio Cardoso, na Ponte do Mocó. Segundo o Corpo de Bombeiros, um homem também tentou atravessar a ponte quando foi levado pela enxurrada. A data do ocorrido não foi detalhada.

Informações: G1

OUTRAS NOTÍCIAS