MPF vai acompanhar apuração de tortura de preso no Presídio Regional de Feira de Santana

A apuração de uma denúncia de tortura no interior do Presídio Regional de Feira de Santana será acompanhada pelo Ministério Público Federal (MPF). O órgão instaurou um procedimento nesse sentido nesta segunda-feira (5).

A denúncia de tortura chegou ao Ministério Público Federal através de um vídeo gravado no interior da unidade prisional. As imagens, segundo o MPF, mostram um custodiado sendo torturado pelos colegas de cela.

O site teve acesso com exclusividade ao conteúdo da portaria do MPF que determinou a instauração do procedimento apuratório. O nome do preso supostamente torturado, assim como os autores do ato não foram revelados.

APURAÇÃO

A portaria também não revela nenhum outro detalhe do episódio ocorrido no interior do Presídio Regional de Feira de Santana. O MPF vai acompanhar a apuração do caso, com o objetivo de punir os autores do crime.

O procedimento instaurado pelo MPF será coordenado pelo procurador da República, Fábio Conrado Loula. Ele é procurador regional dos Direitos dos Cidadãos. O site não conseguiu contato com a direção do Presídio Regional para que comentasse o caso.

Informações; Olá Bahia

OUTRAS NOTÍCIAS