Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

Ministério da Saúde gasta por ano R$ 565 mil com aquisição de medicamentos à base de canabidiol

Ministério da Saúde gasta por ano R$ 565 mil com aquisição de medicamentos à base de canabidiol

Entre os anos de 2015 e agosto de 2019, o Ministério da Saúde gastou mais de R$ 2,8 milhões com a aquisição de remédios à base de canabidiol, o que significa uma média anual de R$ 565 mil. De acordo com dados obtidos pelo projeto Fiquem Sabendo, a partir de Lei de Acesso à Informação, as compras aconteceram após determinação judicial.

Os remédios, que são derivados da maconha, é conhecido pelos efeitos terapêuticos. No início do mês, após a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovar novas regras para a importação do produto, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, afirmou que vai avaliar a inclusão do remédio no Sistema Único de Saúde (SUS).

No período analisado, 2016 foi o ano que registrou maior valor de importação dos medicamentos, quando foram adquiridos 1.543 unidades do produto, em valores que variaram de R$ 462 a R$ 4.330,80, cada uma.

Já no ano de 2017, o Ministério da Saúde importou 2,4 mil unidades do medicamento, no valor total de R$ 278 mil. Desde 2015, quando a Anvisa passou a permitir a importação de produtos como óleos à base de canabidiol, ao menos 7.786 pacientes já obtiveram esse aval da Justiça.

Fonte: BNews

OUTRAS NOTÍCIAS