Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

Médicos são presos após desviar R$ 40 milhões da saúde

Médicos são presos após desviar R$ 40 milhões da saúde

Após extenso período de investigações, a Polícia Federal indiciou 27 pessoas, entre eles quatro médicos já presos, por organização criminosa, lavagem de dinheiro, desvio de recursos públicos, superfaturamento em fornecimento de medicamentos, fraude em licitação e uso de documento falso com contratos que superam R$ 300 milhões, em São Paulo.

Em 200 páginas está a “Operação Contágio”, que apurou o desvio de recursos públicos da Saúde, através de uma Organização Social (OS) contratada pelos municípios de Embu das Artes, Itapecerica da Serra, Hortolândia, São Vicente e Cajamar.

A investigação durou quase dois anos e ouviu mais de 40 pessoas. A OS havia sido constituída com documentos fraudulentos, por conta disso a empresa poderia ser contratada por diversos municípios.

Além de tudo, a organização social tinha como presidente um jovem veterinário de 28 anos porém era controlada por diversos médicos.

Informações: BNews

OUTRAS NOTÍCIAS