Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

Médico cria ‘primeira camisinha unissex do mundo’

Médico cria ‘primeira camisinha unissex do mundo’

Um médico da Malásia criou o que ele diz ser “a primeira camisinha unissex do mundo” – que pode ser usada tanto no pênis como na vagina (veja vídeo acima).

A camisinha, batizada de “Wondaleaf“, é basicamente um preservativo normal – só que tem um lado adesivo e outro, normal, que podem ser invertidos. Assim, a parte adesiva pode ser colada nos dois órgãos sexuais.

A camisinha é feita de poliuretano, material usado em curativos transparentes que é fino e flexível, mas forte e à prova d’água.

“Depois de colocar, muitas vezes você não percebe que está lá”, disse o médico John Tang, inventor do preservativo, referindo-se aos curativos feitos com o material.

O autor da invenção, o ginecologista John Tang, estava preocupado com os altos índices de gravidezes indesejadas e de infecções sexualmente transmissíveis (ISTs). A ideia era oferecer às mulheres opções que não tivessem os efeitos colaterais e não custassem tanto quanto os anticoncepcionais hormonais.

“Com base no número de testes clínicos que realizamos, estou bastante otimista de que, com o tempo, será um acréscimo significativo aos muitos métodos anticoncepcionais usados na prevenção de gravidez indesejada e doenças sexualmente transmissíveis”, disse Tang à agência Reuters.

Tang espera que o preservativo capacite as pessoas a controlar melhor sua saúde sexual, independentemente de seu sexo ou orientação sexual.

A expectativa é de que a camisinha comece a ser vendida em dezembro. Cada caixa de Wondaleaf contém dois preservativos e custará 14,99 ringgit (equivalente R$ 20,28). O preço médio de uma dúzia de preservativos na Malásia é de 20 a 40 ringgit (R$ 27 a R$ 54). — Foto: Twin Catalyst/Handout via Reuters

A expectativa é de que a camisinha comece a ser vendida em dezembro. Cada caixa de Wondaleaf contém dois preservativos e custará 14,99 ringgit (equivalente R$ 20,28). O preço médio de uma dúzia de preservativos na Malásia é de 20 a 40 ringgit (R$ 27 a R$ 54). — Foto: Twin Catalyst/Handout via Reuters

“É um preservativo com uma cobertura adesiva que se fixa à vagina ou ao pênis, além de cobrir a área adjacente para proteção extra”, explicou Tang.

A expectativa é de que a camisinha comece a ser vendida em dezembro. Cada caixa de Wondaleaf contém dois preservativos e custará 14,99 ringgit (equivalente R$ 20,28). O preço médio de uma dúzia de preservativos na Malásia é de 20 a 40 ringgit (R$ 27 a R$ 54).

Informações: Bem Estar

OUTRAS NOTÍCIAS