Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

MEC abre período de inscrições para o Sisu e consulta de vagas do Prouni

MEC abre período de inscrições para o Sisu e consulta de vagas do Prouni

O Ministério da Educação (MEC) abriu nesta terça-feira (7/7) o período para os estudantes que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 se inscreverem no Sistema de Seleção Unificada (Sisu).

O prazo de inscrição segue até às 23h59 desta sexta-feira (10/7). O resultado da primeira chamada sai na próxima terça-feira (14/7), segundo o cronograma oficial divulgado pelo MEC.

O candidato que não foi selecionado em uma das duas opções, em primeira chamada, deverá manifestar interesse em participar da lista de espera entre os dias 14 e 21 de julho.

Pela primeira vez, além dos cursos de graduação presenciais, o Sisu vai ofertar vagas na modalidade a distância (EaD). No total, serão oferecidas 51 mil vagas. Acesse aqui para participar do programa.

O período de inscrição inicialmente divulgado pelo governo começaria em 16 de junho e seguiria até o dia 19. O edital, contudo, sequer foi publicado. Na ocasião, o então ministro Abraham Weintraub anunciou em uma rede social o adiamento das inscrições.

Prouni

Nesta terça-feira, o MEC abre também a consulta de vagas do Programa Universidade para Todos (Prouni) referentes ao segundo semestre deste ano. A inscrição deve ser realizada entre 14 e 17 de julho.

O Prouni do Ministério da Educação é um programa que oferece bolsas de estudo, integrais e parciais (50%), em instituições particulares de educação superior.

Para concorrer, o estudante deve comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até 1,5 salário mínimo. Para as bolsas parciais (50%), a renda familiar bruta mensal deve ser de até 3 salários mínimos por pessoa.

Somente poderá se inscrever o estudante brasileiro que não possua diploma de curso superior e que tenha participado do Enem mais recente e obtido, no mínimo, 450 pontos de média das notas. Além disso, não pode ter zerado a redação.

OUTRAS NOTÍCIAS