Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

Marília Mendonça deixou quase cem músicas inéditas para serem gravadas

Marília Mendonça deixou quase cem músicas inéditas para serem gravadas

A rainha da sofrência, Marília Mendonça (1995-2021), já estava com quase cem músicas prontas para serem gravadas antes de morrer no acidente aéreo na cidade de Caratinga, em Minas Gerais, no dia 5 de novembro.

De acordo com o G1, a cantora tinha registrado no Escritório Central de Arrecadação e Distribuição, Ecad, quase 98 músicas que não chegaram nem ao estúdio. No Ecad, Marília já tinha registrado cerca de 331 composições, sendo 152 gravadas por outros artistas, enquanto a cantora lançou 58 com sua voz.

Renno Poeta, parceiro de trabalho de Marília, explicou que é normal as músicas ficarem na gaveta por artistas. “Claro que a gente, como autor, queria que tudo que produzisse fosse gravado. Mas nem sempre acontece”, revelou durante conversa ao G1.

A empresa responsável pela carreira de Marília, a Workshow, ainda segue catalogando os materiais que a cantora deixou.

Informações: G1

OUTRAS NOTÍCIAS