Mais de 3 mil exames de mamografia foram realizados durante a Campanha Outubro Rosa

02112022091644

Durante todo o mês de outubro, milhares de mulheres realizaram o exame de mamografia através de ações desenvolvidas pela Secretaria Municipal de Saúde, em alusão ao Outubro Rosa, mês de conscientização sobre o Câncer de Mama.

No total, 3.554 exames foram realizados no Centro Municipal de Diagnóstico por Imagem (CMDI), Centro Pesquisa Assistência Reprodução Humana (CEPARH), além do IHEF. As unidades de saúde também desenvolveram atividades sobre o tema, intensificando a oferta de guias de solicitação para mamografia, ultrassom mamária e realizando palestras educativas para a comunidade.

De acordo com a enfermeira referência técnica em Saúde da Mulher, Alessandra Magalhães, a adesão do público é sempre muito positiva.

“A divulgação e orientação quanto à importância da prevenção são essenciais para conseguirmos detectar de forma precoce a doença, contribuindo para maior chance de cura daquela paciente”.

Nos casos em que o exame de mamografia seja positivo, é solicitada a realização de uma ultrassonografia das mamas e consulta com mastologista, profissional que dará todos os encaminhamentos necessários, para prosseguir com o tratamento.

Em Feira de Santana, as ações de combate e prevenção ao Câncer de Mama não se restringem apenas ao mês de outubro. Durante todo o ano, o município realiza exames e consultas, além de disponibilizar milhares de exames de mamografia mensalmente para a população.

“Algumas vezes não conseguimos ocupar nem 50% das vagas, o que é diferente no período de campanha, onde temos uma demanda alta. É de extrema importância que as mulheres que apresentam alguma alteração nas mamas, como nódulos, protuberâncias, vermelhidão e demais sintomas, procure imediatamente uma unidade de saúde”.

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (INCA), este é o tipo que mais acomete mulheres em todo o mundo, tanto em países em desenvolvimento quanto em países desenvolvidos. O Ministério da Saúde recomenda que pessoas entre 50 e 60 anos realizem a cada dois anos a mamografia de rastreamento. Além disso, nos casos de sintomas, sinais ou nódulos nas mamas, é realizada a mamografia diagnóstica em qualquer idade.

Para marcar o exame de mamografia, é necessário apresentar o documento de identidade, CPF, Cartão SUS e passar por avaliação com o profissional de saúde, seja médico ou enfermeiro.

 

OUTRAS NOTÍCIAS