Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

Mais de 1,5 mil estabelecimentos são fiscalizados pela FPI

Mais de 1,5 mil estabelecimentos são fiscalizados pela FPI

Mais de 1,5 mil estabelecimentos comerciais de Feira de Santana foram notificados ou interditados, desde o dia 21 de maio, quando a FPI (Fiscalização Preventiva Integrada) iniciou o trabalho de fiscalização para coibir o funcionamento de locais que não são considerados essenciais, de acordo decreto municipal.

A quantidade de estabelecimentos que foi orientada a fechar foi de 1.483 e outros 87 foram interditados – a notificação vai ser transformada em processo administrativo. Desde o dia 8, explicou o titular da Secretaria de Prevenção à Violência, Moacir Lima, já foram realizadas 317 fiscalizações, com 211 ordens para que o local fosse fechado e 18 interdições.

Entre os dias 8 e 11, o serviço, disse o secretário, foi realizado em toda extensão da avenida Getúlio Vargas, Presidente Dutra, Mangabeira, Centro, SIM, Parque Ipê, Rua Nova, Contorno, Feira X. De 12 e 14, os fiscais estiveram nos bairros onde foram montadas barreiras sanitárias pela Secretaria de Saúde – Tomba, Jardim Cruzeiro, Brasília e Serraria Brasil

 O prefeito Colbert Filho disse que a atuação da FPI tem como base as denúncias feitas pelos cidadãos pelo telefone 156. “A fiscalização continua intensa e permanente. intensificada aos finais de semana, em conjunto com a Operação Feira Quer Silêncio”.

Participam da FPI prepostos das secretarias de Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico, Saúde, Prevenção da Violência, Procon, Guarda Municipal e Polícia Militar.

OUTRAS NOTÍCIAS