Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

Mãe mata filho de 5 anos envenenado na Bahia por ele ser “autista e mexer nas panelas”

Mãe mata filho de 5 anos envenenado na Bahia por ele ser “autista e mexer nas panelas”

Uma mulher foi presa na quinta-feira (5) na cidade de Ibiquera, no centro-norte do estado, após confessar que matou o filho de apenas 5 anos envenenado. O crime aconteceu no último domingo (1º) e o motivo, segundo ela, foi porque o pequeno era “autista, mexia nas panelas e desarrumava a casa”.

De acordo com a polícia civil, a mãe, que não teve o nome divulgado, foi presa em flagrante por policiais da 12ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin) de Itaberaba na companhia de outras duas mulheres, que também teriam contribuído no crime.

Romério Sampaio Vaz morreu após ser obrigado a tomar veneno para matar ratos, o popular chumbinho. O corpo dele foi ocultado em uma cova rasa aberta na zona rural do município de pouco mais de 4 mil habitantes.

“Quando chegamos na residência da genitora, questionamos onde a criança estava, a mãe primeiramente disse que o filho estava viajando, posteriormente acabou confessando que a criança havia sido morta por ela com chumbinho e depois enterrada na zona rural do município de Ibiquera, cinco quilômetros de distância da cidade”, disse o coordenador da 12ª Coorpin, delegado Geraldo Adolfo.

“[…] alegou que havia colocado chumbinho na água e na comida da criança, no sábado (30), e que no dia seguinte, por volta das 7h, teria encontrado o filho morto, e assim resolveu levá-lo para enterrar. A mãe alegou que resolveu matar o filho porque ele era autista, mexia nas panelas e desarrumava a casa”, completou Adolfo.

As três mulheres foram autuadas em flagrante, na Delegacia Territorial de Itaberaba, pelo crime de destruição, subtração ou ocultação de cadáver, e a mãe também responderá por homicídio. O trio está custodiado, à disposição da Justiça. O avô da criança, que é investigado por ter ajudado a ocultar o corpo da vítima, está sendo procurado.

OUTRAS NOTÍCIAS