Luciano Huck pede desculpas por questão sobre morte de George Floyd no Domingão: “Errei”

luciano-huck-capa-600x400-1

Luciano Huck usou sua página no Twitter para se desculpar por ter inserido uma questão sobre George Floyd, homem negro morto brutalmente por policiais nos Estados Unidos, em 2020, em quadro do Domingão, da Globo.

Durante o Quem Quer Ser Um Milionário, uma das fases do quiz pediu que o competidor apontasse qual foi a última frase dita por George Floyd antes de morrer. A frase em questão, “I can’t breathe” (eu não consigo respirar, em tradução livre), refere-se ao lamento feito por Floyd enquanto estava deitado de bruços na rua e um policial se mantinha ajoelhado sobre o seu pescoço.

Foto: Reprodução

A repercussão negativa ao programa foi imediata nas redes sociais e rapidamente os comentários com críticas a Luciano Huck se disseminaram pela web. Um dos críticos foi o advogado Thiago Amparo, que acabou sendo respondido pelo apresentador Global.

“Oi, Luciano Huck. Sei que me segue aqui e já trocamos ideias! Vamos falar sobre essa pergunta? Para pessoas negras, o caso do Floyd (e tantos outros Floyds brasileiros) é traumático ao ponto de fazer com que colocar suas últimas palavras num quiz de entretenimento seja inaceitável. E se quiser, você ou sua equipe, falar um pouco mais sobre isso, estamos aqui. Seguimos. Abraço”, escreveu Amparo.

Em resposta, Luciano Huck reconheceu o erro, se arrependeu e convidou o advogado para diálogo. “Você tem toda razão sobre a pergunta formulada. Estou cada vez mais consciente do quanto devo evoluir no letramento antirracista além da intenção. Não tenho acesso prévio às perguntas e desta vez não tive a presença de espírito para reagir de imediato. Errei. Peço desculpas. E vamos conversar”.

Fonte: Metrópoles

OUTRAS NOTÍCIAS