Justiça suspende propaganda do PMDB com participação de ACM Neto

Justiça suspende propaganda do PMDB com participação de ACM Neto

acmneto_geddel(rv) (1)

Com o impacto que a presença do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), pode ocasionar na candidatura de Geddel Vieira Lima (PMDB) ao Senado, a Justiça Eleitoral suspendeu a propaganda partidária do PMDB a pedido do PT. A sigla encrencou com a participação de Neto.

Segundo a Lei Eleitoral, não pode participar da propaganda partidária pessoas não filiadas à agremiação responsável pela inserção. Para o presidente estadual do PT, Everaldo Anunciação, o partido ficará atento aos ‘atos ilegais’ dos adversários. “Tem pessoas que se consideram acima da lei e querem fazer o que tem vontade. Mas estamos atentos para denunciar os atos ilegais”.

OUTRAS NOTÍCIAS