Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

Justiça nega indenização por danos morais a Anderson do Molejo por acusação pública de estupro

Justiça nega indenização por danos morais a Anderson do Molejo por acusação pública de estupro

A Justiça negou ao cantor Anderson Leonardo, do grupo Molejo, indenização por danos morais pela exposição nas acusações de estupro feitas contra ele pelo dançarino Maycon Adão. A decisão foi comentada pelo próprio artista.

O pedido de indenização foi recusado pela 7ª Vara Cível Regional de Campo Grande, na Zona Oeste do Rio de Janeiro (RJ). Anderson e sua defesa também descumpriram a determinação de segredo de justiça no caso, já que divulgaram a decisão na internet.

Anderson havia movido a ação por danos morais contra Adão, conhecido como MC Maylon, após o dançarino ter divulgado nas redes sociais, em setembro de 2020, as acusações de abuso sexual.

O vocalista do Molejo afirma que a relação foi consensual. Em abril, MC Maylon admitiu ter tido um relacionamento de oito meses com o cantor, mas manteve a denúncia de estupro.

Foi concedido a Anderson, no entanto, a proibição a Adão de citá-lo publicamente com acusação de abuso sexual. Na decisão, a juíza Ana Paula Azevedo Gomes afirmou ainda que, caso seja comprovado que o estupro não ocorreu, o cantor poderá entrar com nova ação contra o dançarino.

Informações: Bnews

OUTRAS NOTÍCIAS