Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

Jovem que acusa Robson Bambu de estupro: “Senti dor no dia seguinte”

Jovem que acusa Robson Bambu de estupro: “Senti dor no dia seguinte”

Poucas horas após ser relacionado para a partida contra o Deportivo Cali pela Libertadores, que será realizada nesta quarta-feira (4/5), o zagueiro Robson Bambu, do Corinthians, enfrenta mais um desdobramento na acusação de estupro que recai sobre ele, feita no início deste ano. Em entrevista ao portal Uol publicada nesta terça-feira (3/5), a suposta vítima deu detalhes sobre o ocorrido. O atleta nega a denúncia e diz que está sendo alvo de vingança.

Segundo a reportagem, o caso ocorreu em um hotel na Zona Leste de São Paulo. A mulher estaria em um affair com o amigo do jogador, identificado como Wellington Sobral, o Pezinho. Ela afirma que se envolveu com Wellington e uma amiga com Robson. Os quatro saíram de uma festa rumo ao hotel onde o crime teria acontecido.

A mulher teria ficado em um quarto com Sobral, enquanto Bambu foi para uma outra suíte com a amiga. A modelo de 25 anos afirma que não se recorda dos fatos após se deitar com o amigo do jogador. Ela conta que ingeriu dois ou três copos de vodka.

“A única coisa de que me lembro foi ter me deitado com o Pezinho. A gente estava junto. Depois disso, não me lembro de mais nada. De repente, acordei e vi o Robson em cima de mim, completamente nu, com a mão dentro de mim”, contou a mulher. Ela ainda afirma que Wellington estaria assistindo a cena.

A vítima diz que, após se dar conta do ocorrido, discutiu com o jogador. Ela chamou a amiga e deixou o local. Pelo relato dado ao Uol, a jovem relata que foi à delegacia no dia seguinte e que, em todo o momento, esteve anestesiada, em um certo estado de choque.

“Só senti dor no dia seguinte, depois de conseguir dormir. Era como se eu tivesse sido atropelada”, revelou.

Os advogados que representam Robson Bambu e Wellington Sobral afirmam que a vítima resolveu “se vingar” do jogador e seu amigo após se atrasar para um trabalho como modelo por conta do encontro. O exame de corpo delito relatado na matéria aponta para uma lesão no ânus. A mulher afirma que não se recorda de ter feito sexo anal no hotel.

Pouco tempo após o caso vir à tona, o jogador se defendeu através de uma nota publicada nas redes sociais. Bambu negou o crime e classificou a denúncia como fantasiosa.

OUTRAS NOTÍCIAS