Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

“Injusta”, diz Neto sobre decisão da Justiça Eleitoral de suspender vídeo de convenção do DEM

“Injusta”, diz Neto sobre decisão da Justiça Eleitoral de suspender vídeo de convenção do DEM

O prefeito ACM afirmou, na manhã desta quinta-feira (24), durante anúncio de obra de mobilidade na região da Tancredo Neves, que vai respeitar as determinações da Justiça Eleitoral sempre que for necessário, embora considere injusta a última decisão do órgão que solicitou a retirada dos vídeos da Convenção do DEM, realizada no último dia 14 de setembro, das redes sociais. A justificativa é de propaganda política antecipada.

A denúncia foi feita pelo diretório municipal do Partido dos Trabalhadores (PT) que argumentou que durante transmissões do evento nas redes sociais foram exibidos o nome de Bruno Reis e da vice, Ana Paula Matos (PDT), bem como o número “25” que será utilizado pela chapa nas urnas.

“Isso está a cargo da assessoria jurídica do Democratas, os assuntos que têm relação com a Justiça Eleitoral devem ser sempre conduzido por eles, mas me parece muito claro que não houve nenhuma tentativa de propaganda antecipada, apenas a divulgação do que aconteceu na convenção, o que é totalmente permitido pela legislação eleitoral. Não há nenhum impedimento de colocar o número do partido nas convenções partidários, tivemos o máximo de cuidado, inclusive que fosse toda virtual para evitar aglomeração, respeitando a pandemia. Então, o que nós fizemos foi apenas divulgar o ato previsto e autorizado pela legislação e que não implica em nenhuma campanha antecipada. Não temos nenhum desejo disso (…) Me parece injusto, mas isso vai ser tratado juridicamente”, comentou o prefeito.

Informações – BNews

OUTRAS NOTÍCIAS