Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

Hospital da Mulher terá investimentos de mais de R$ 1 mi

Hospital da Mulher terá investimentos de mais de R$ 1 mi

O prefeito Colbert Filho autorizou na manhã desta sexta-feira, 17, abertura do processo licitatório para construção do berçário II do Hospital Inácia Pinto dos Santos (HIPS), o Hospital da Mulher, com capacidade para 12 leitos. Com isso, o número total de leitos sai de sete para 19.

Antecedendo as comemorações pelo aniversário da cidade, que transcorre neste sábado, 18, quando Feira completa 188 anos de emancipação, o prefeito também autorizou a licitação para reforma do espaço destinado à Casa da Puérpera [localizado nas dependências do hospital], que também beneficiará o método Mãe Canguru.

Outra novidade anunciada pelo gestor municipal foi a construção de mais 10 leitos para cirurgias ginecológicas. O valor estimado dos investimentos é de R$523.464, 58, cujo recurso é da Prefeitura Municipal através da Fundação Hospitalar de Feira de Santana.

“Estamos trabalhando para proporcionar um atendimento de qualidade, como ocorre em qualquer outra unidade da rede pública ou privada. O Hospital da Mulher não trabalha somente para Feira de Santana, são mais de 80 municípios que encaminham pessoas para esse hospital”, afirmou Colbert Filho.

Além disso, o chefe do Executivo Municipal autorizou a compra de equipamentos, por meio de emenda parlamentar, no valor de R$ 914 mil. Entre eles, cama hospitalar mecânica (35), aparelho de Raio X móvel (1), aparelho de anestesia com monitor (2), incubadora neonatal (4), ultrassom gineco/obstétrico (1), carro de emergência (4), eletrocardiógrafo portátil digital (2), cama de parto (8) e bisturi elétrico.

Assistência à saúde do homem

Na oportunidade, o prefeito também anunciou que, na próxima terça-feira, 21, vai autorizar o início dos serviços de especialidades para saúde do homem, no CMPC (Centro Municipal de Prevenção ao Câncer Romilda Maltez).

Os agendamentos poderão ser feitos nas unidades de saúde, via Central Municipal de Regulação. “O nosso objetivo é promover a melhoria da assistência ofertada à população masculina, na faixa etária de 20 a 59 anos”, afirmou a presidente da Fundação Hospitalar, Gilberte Lucas.

As especialidades médicas ofertadas são urologia, gastroenterologia, cardiologia, proctologia, endocrinologia, clínica médica, oncologia, psicologia, dermatologia e nutrição. Também serão ofertados exames de imagem, biópsia de próstata e tireoide, ultrassom e exames de laboratório.

Informações: Secom

OUTRAS NOTÍCIAS