Homem morre em confronto com policiais por suspeita de assaltar bancos na Bahia e em outros três estados

whatsapp-image-2023-03-08-at-22.32.43

Um homem de 32 anos, apontado pela polícia como autor de assaltos a bancos e carros-forte com uso de explosivos, morreu na quarta-feira (8) após um confronto com policiais militares, na cidade de Paulo Afonso, no norte do estado.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), Tony Deyvik de Aquino Silva teria participado de assaltos na Bahia, Pará, Rio Grande do Norte e Paraíba.

Uma pistola e carregadores de fuzil foram apreendidos durante a ação que resultou na morte de Tony Deyvik.

De acordo com a SSP-BA, o suspeito, natural do município de Serra Talhada, em Pernambuco, rompeu a tornozeleira, após ser beneficiado com prisão domiciliar, em 2020. Ele cumpria pena no presídio de Salgueiro, no sertão pernambucano, quando destruiu o equipamento eletrônico colocado pela Justiça.

A polícia da Bahia recebeu a informação de que ele estaria no estado, com documentação falsa. Equipes do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), da Cipe Caatinga e do 20° Batalhão da Polícia Militar (BPM) iniciaram os levantamentos e buscas, na cidade de Paulo Afonso.

O órgão de segurança pública afirmou que diante da possibilidade de Tony Deyvik usar uma casa como esconderijo, no bairro Centenário, em Paulo Afonso, os PMs montaram um cerco no local. Após algumas horas, o suspeito apareceu e, na tentativa de prisão, houve o confronto.

O suspeito, que tinha um mandado de prisão expedido pela comarca de Petrolina, em Pernambuco, foi baleado, socorrido para um hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

Uma pistola calibre 9mm, dois carregadores para fuzil calibre 7,62, um carregador para pistola, munições e um documento falso foram apreendidos com o suspeito. Ele, no bairro, se apresentava como Renato de Jesus dos Santos.

G1 BAHIA

 

OUTRAS NOTÍCIAS