Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

Homem mata namorada em baile funk e é morto por traficantes, diz polícia; Irmã da vítima também foi baleada

Homem mata namorada em baile funk e é morto por traficantes, diz polícia; Irmã da vítima também foi baleada

Duas irmãs foram baleadas durante um baile funk na Maré, na Zona Norte do Rio, na manhã de domingo (5). De acordo com a Polícia Militar, Débora Adelino da Conceição, de 20 anos, morreu após ser baleada na cabeça.

Já sua irmã, de 16 anos, continua internada no Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha, também na Zona Norte. De acordo com posts nas redes sociais, o show era do cantor Felipe Ret.

Segundo a Polícia Civil, o principal suspeito é Patrick Jorge de Assis, de 19 anos, namorado de Débora. Informações, no entanto, indicam que ele teria sido morto por traficantes.

Debora morreu após ser baleada na cabeça em um show na Maré — Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal

Debora morreu após ser baleada na cabeça em um show na Maré — Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal

De acordo com o hospital, a menor de idade está internada no CTI e apresenta quadro clínico grave.

Segundo a Delegacia de Homicídios da Capital (DHC), as investigações estão em andamento para apurar os crimes de feminicídio contra Débora Adelino da Conceição, de 20 anos, e de homicídio contra Patrick Jorge de Assis, de 19 anos; além da tentativa de feminicídio contra a jovem de 16 anos.

Testemunhas estão sendo ouvidas e diligências estão sendo realizadas em busca de informações que ajudem a esclarecer o caso.

O enterro de Débora acontece na terça-feira (7), no cemitério do Cacuia, na Ilha do Governador, também na Zona Norte do Rio.

A produção do RJ1 pediu posicionamento para a assessoria do Felipe Ret sobre a participação no baile, mas ainda não obteve retorno.

Irmã mais nova, de 16 anos, está internada no hospital Getúlio Vargas — Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal

Irmã mais nova, de 16 anos, está internada no hospital Getúlio Vargas — Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal

Informações: PC

OUTRAS NOTÍCIAS