Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

Homem é preso após dormir em loja de shopping e tentar furtar 40 iPhones

Homem é preso após dormir em loja de shopping e tentar furtar 40 iPhones

Um homem foi preso após tentar furtar 40 celulares modelo iPhone na loja Casas Bahia do Shopping da Bahia, em Salvador, , nesta segunda-feira (27). Segundo a polícia, o suspeito se escondeu no interior da loja antes do fechamento, e após a saída dos funcionários, utilizou uma “makita” para abrir o depósito onde estavam armazenados os aparelhos eletrônicos que custam, em média, R$ 11 mil cada.

Imagens enviadas ao BNews mostram o momento da prisão do suspeito.

Confira:

 

A reportagem entrou em contato com a Polícia Militar da Bahia (PM-BA), que informou que a ação do suspeito foi identificada por meio do sistema de monitoramento de segurança do shopping, que acionou a guarnição.

Confira nota na íntegra: 

“Nesta madrugada de segunda-feira (27), a 35ª CIPM foi acionada via Cicom para atender a uma ocorrência de furto no interior de celulares em uma loja de eletroeletrônicos localizada no Shopping da Bahia.

Quando a guarnição da PM chegou ao local, as equipes de segurança do shopping haviam detido um homem acusado de furtar 42 aparelhos celulares. Segundo informaram, o acusado se escondeu no interior da loja antes do fechamento, por volta das 21 horas, e após os funcionários deixarem o estabelecimento utilizou uma serra tipo “makita” para abrir o depósito onde estavam os aparelhos.

A ação foi percebida pelas câmeras de monitoramento e a segurança do shopping acionou a Polícia Militar. O acusado e os materiais apreendidos foram levados para a Central de Flagrantes para adoção das medidas cabíveis”.

Procurada pelo BNews, a assessoria de comunicação do Shopping da Bahia informou que “foi identificada uma tentativa de furto em uma das lojas do shopping na madrugada desta segunda-feira. A Polícia Militar foi acionada e o suspeito detido. O shopping está à disposição das autoridades para colaborar com as investigações”.

Informações: Bnews

OUTRAS NOTÍCIAS