Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

HGCA realiza ação especial Novembro Azul com servidores, nesta quinta; coordenadora explica

HGCA realiza ação especial Novembro Azul com servidores, nesta quinta; coordenadora explica

O Hospital Geral Clériston Andrade continua com a campanha do Novembro Azul e nesta quinta-feira (19), a unidade hospitalar realiza a ação ‘Dedo de Prosa’ com os homens que trabalham na unidade.

De acordo com a coordenadora do Grupo de Trabalho de Humanização do Hospital Milena Moreira, em parceria com o ambulatório, houve uma ampliação do número de atendimentos para a comunidade, servidores e consequente maior quantidade de exames do PSA.

‘O urologista solicita que o paciente já chegue na consulta com o exame realizado, então isso já é uma medida de prevenção, porque os dados já indicam diagnósticos precoces, e posteriormente é feito o exame de toque retal’, conta.

No evento desta quinta, a coordenadora destaca que as atividades serão baseadas em diálogo.

‘Dois profissionais muito importantes estarão nessa conversa, o médico urologista Dr. Eduardo Cerqueira que vai conversas com os homens sobre a importância do exame e da prevenção, e a fisioterapeuta especialista em fisio oncológica vai conversar sobre a atuação da fisioterapia em casos de câncer já instalado’, relata.

Dentro do contexto da pandemia, o grupo vem buscando manter as ações a fim de conscientizar os servidores.

‘Foi um ano atípico onde os servidores tiveram que lidar com uma carga emocional extra muito grande. Ao longo do ano tivemos todo o acompanhamento dos que foram afastados, em parceria com os outros grupos, para que a gente saiba valorizar a importância dos servidores que temos e é quem sustenta o HGCA que possui um papel essencial em Feira e região’, relata Milena.

A população interessada em realizar o atendimento pode entrar em contato com os responsáveis pelo número 3626-5470.

‘Nós tínhamos uma quantidade de 30 vagas semanais e esse mês, dentro da campanha, dobramos as vagas para 60 semanais com 3 profissionais atendendo, 20 para cada um. É importante que se faça porque pode ser encontrado também outras patologias’, conta a coordenadora.

OUTRAS NOTÍCIAS