Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

Guarda Municipal está habilitada para receber investimentos federais

Guarda Municipal está habilitada para receber investimentos federais

A Guarda Municipal de Feira de Santana está habilitada para receber recursos do Governo Federal. A instituição feirense foi contemplada junto com apenas outras 37 guardas. Na Bahia, apenas três foram habilitadas. A conquista coloca a instituição em situação privilegiada para atuar da melhor forma em prol da população.

A lista com as instituições contempladas foi publicada pelo Ministério da Justiça, no último dia 30 de abril (clique aqui e confira). Isso permite que a Guarda Municipal esteja apta a firmar convênios com órgãos da segurança pública, inclusive com o próprio Ministério da Justiça para a prática de ações na área de segurança pública.

O comandante da Guarda Municipal de Feira de Santana, Antônio Elio dos Santos afirmou que diversos documentos tiveram que ser enviados. Apenas as instituições que possuem relatórios de atividades e planos para prevenção à violência conseguem se habilitar. Isso passa também pela regulamentação jurídica da instituição.

“A gente vem se estruturando, publicando nossos decretos de regulamentação e se oficializando, ocupando seu espaço”, destaca o comandante. Ele afirma que a atenção dada pelo prefeito Colbert Martins Filho à instituição foi fundamental para o sucesso.

Neste período a Guarda Municipal adquiriu sede própria, ampliou seu Centro de Formação de Guardas, criou seu próprio estande de tiros e se conquistou diversos equipamentos. “Essa profissionalização vem crescendo a instituição e foi fundamental para que o ministério habilitasse”, comemora.

O secretário municipal de Prevenção à Violência, Moaci de Lima, destacou a conquista como uma série de ações acertadas que envolvem pessoas comprometidas. “Parabenizo toda a Guarda Municipal, que vem lutando para isso acontecer. Respeitando as leis e trabalhando junto com a sociedade”.

Ainda segundo o comandante, o próximo passo é esperar o convite do Ministério da Justiça para apresentação de relatório. Nele a Guarda Municipal poderá solicitar equipamentos e matérias para fazer o investimento. “Depois disso virá uma resposta para podermos adquirir o que foi solicitado”, afirma.

OUTRAS NOTÍCIAS