Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

Governador Rui Costa condena atentado de bolsonarista ao STF: “Crime contra às instituições”

Governador da Bahia sanciona lei que prevê multa de até R$ 20 mil por fake news sobre pandemia

O governador Rui Costa (PT) foi às redes sociais para chamar de “crime contra às instituições” o atentado com fogos de artifício contra o Supremo Tribunal Federal, registrado na noite deste sábado (13). O ato foi cometido por apoiadores do presidente Jair Bolsonaro.

“Chegaram ao absurdo de praticar um ato de vandalismo contra o STF. Um crime contra às instituições constituídas, contra a democracia, contra a Constituição Brasileira. O País não pode se calar nem se intimidar! Que seja punido quem o fez e quem o financiou”, escreveu no Twitter neste domingo (14).

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) prendeu o militante apoiador de Jair Bolsonaro acusado de atirar fogos em direção ao Supremo Tribunal Federal (STF).

O homem, identificado como Renan Silva Sena, também gravou um vídeo ameaçando o governador Ibaneis Rocha, e foi detido no Setor de Indústrias Gráficas).

Ele foi detido por policiais à paisana no Setor de Indústrias Gráficas (SIG). Em maio Renan também chegou a agredir enfermeiras em uma manifestação na Praça dos Três Poderes.

OUTRAS NOTÍCIAS