Goleiro Bruno antecipa chegada em novo clube para evitar manifestações

Goleiro Bruno antecipa chegada em novo clube para evitar manifestações

Assim como foram realizados contra outros clubes que anunciaram a contratação do goleiro Bruno, protestos também estavam programados contra o Rio Branco, do Acre, para esta sexta-feira (31). A data foi anunciada como apresentação do novo reforço do clube, que estava na mira de Movimentos em Defesa das Mulheres.

No entanto, para driblar as manifestantes, o jogador antecipou sua chegada e desembarcou no Acre já nesta quinta-feira (30), sendo recebido pelos dirigentes e alguns torcedores do time.

Segundo informações divulgadas pela colunista Fábia Oliveira, do jornal O Dia, em sua chegada, o goleiro andou apidamente pelo saguão do Aeroporto Internacional Plácido de Castro e embarcou em um carro. O goleiro foi levado para a sede do clube, onde vai morar.

No entanto, apesar de ter evitado os protestos de “recepção”, Bruno já trouxe problemas ao clube. Após o anúncio da contratação do goleiro pelo presidente do Rio Branco-AC, Valdemar Neto, o patrocinador da equipe suspendeu o contrato e a treinadora feminina do clube, Rosa Costa, pediu demissão.

Bruno foi condenado pela Justiça a mais de 20 anos de prisão pelo sequestro, assassinato e ocultação de cadáver da ex-namorada e modelo Eliza Samudio, ocorrido em 2010. Ele cumpre sua pena no regime semiaberto.

OUTRAS NOTÍCIAS