Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

Fux manda recado para Bolsonaro: “Ninguém fechará esta Corte”

Fux manda recado para Bolsonaro: “Ninguém fechará esta Corte”

Após o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) fazer um discurso inflamado contra o Supremo Tribunal Federal (STF) para milhares de pessoas nos atos de 7 de setembro em Brasília e São Paulo, o presidente da Corte, ministro Luiz Fux reagiu afirmando que “ninguém fecharia a Corte”. “Nós a manteremos de pé, com suor e perseverança”, disse nesta quarta-feira (8), na abertura da sessão plenária.

Durante as manifestações, Bolsonaro afirmou que não vai mais cumprir decisões do ministro Alexandre de Moraes, responsável pelo inquérito que investiga o chefe do Executivo e seus aliados por financiamento e organização de atos contra as instituições e a democracia.

Fux também foi firme e alertou a Bolsonaro que ignorar medidas impostas é cometer “crime de responsabilidade, que deverá ser analisado pelo Congresso Nacional”.

“O STF não tolerará ameaças à autoridade de suas decisões. Se o desprezo às decisões judiciais ocorre por iniciativa do chefe de qualquer dos Poderes, essa atitude, além de representar atentado à democracia, configura crime de responsabilidade, a ser analisado pelo Congresso”, pontuou.

“Ofender a honra dos ministros, incitar a população a propagar discursos de ódio contra a instituição do Supremo e incentivar o descumprimento de decisões judiciais são práticas antidemocráticas e ilícitas […] Não caia na tentação das narrativas fáceis e messiânicas, que criam falsos inimigos da nação”, completou o presidente da Corte.

Informações do Bnews

OUTRAS NOTÍCIAS