Fernando Torres e Irmão Lázaro podem ser candidatos a prefeito de Feira de Santana

Fernando-Torres-

Fernando-Torres-

Os deputados federais Irmão Lázaro e Fernando Torres são dois nomes que podem figurar a disputa eleitoral para prefeito de Feira de Santana no ano de 2016. Na noite de ontem (15), durante nomeação para presidir a executiva municipal do (Partido Social Cristão) PSC, Irmão Lázaro não descartou a possibilidade de ser candidato.

“O PSC tem vontade de ter candidatura própria e estamos discutindo o que é melhor para a cidade. Temos conversado com os poderes e essa é uma decisão que vamos tomar posteriormente. Claro que existe a possibilidade de o candidato ser eu. Tenho até vontade, mas pra mim o que importa são os interesses da cidade e não somente os meus. Estaremos conversando com o prefeito José Ronaldo, estaremos tentando alinhar as coisas e se enxergarmos um caminho onde pode ser feita uma composição, tudo bem. Caso contrário, o PSC terá seu candidato”, afirmou.

O deputado Irmão Lázaro informou que a definição sobre sua candidatura deve ocorrer nos próximos meses, caso a presidente Dilma Rousseff sancione a reforma política. Caso não seja sancionada, Irmão Lázaro terá até o dia 5 de outubro para definir a candidatura.

“Eu disse que caso me candidatasse, não faria uma campanha de ataque a José Ronaldo. Temos projetos, a cidade me abraçou e eu estou com o coração aberto para contribuir e fazer o melhor para Feira de Santana. Até então, temos mantido um bom relacionamento com todo mundo, com Fernando Torres, Zé Neto e principalmente com o prefeito José Ronaldo. Não podemos decidir isso agora”, disse.

Já o deputado Fernando Torres teve sua candidatura lançada pelo PSD, em convenção do partido, realizada ontem em Salvador. Na manhã desta terça-feira (15), ele esteve no programa Acorda Cidade, onde declarou que a candidatura foi motivada pela insatisfação com a atual administração do prefeito José Ronaldo.

“A nossa candidatura é pela insatisfação de tudo que está acontecendo em Feira de Santana. O PSD fez pesquisa em 70 cidades grandes e em Feira o prefeito nunca esteve tão ruim. A gente sente que as pessoas não aceitam mais esse governo que aí está. Eu não tenho como concordar com uma administração tão ruim e não ser candidato a prefeito. O PSD tem um projeto de governo”, afirmou.

Daniela Oliveira

OUTRAS NOTÍCIAS