Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

Feirense vence concurso internacional, ganha bolsa em Oxford e faz vaquinha para estudar na Inglaterra: ‘Trazer conhecimento para o Brasil’

Feirense vence concurso internacional, ganha bolsa em Oxford e faz vaquinha para estudar na Inglaterra: ‘Trazer conhecimento para o Brasil’

A estudante Luiza Conceição, de 15 anos, moradora de Feira de Santana, a cerca de 100 Km de Salvador, sempre teve o sonho de estudar fora do Brasil. Para conseguir realizá-lo, a jovem decidiu participar de um concurso internacional de redação cujo prêmio era um bolsa de estudos em uma universidade inglesa. Luiza foi aprovada e ganhou a bolsa, mas agora tenta juntar R$ 30 mil para conseguir fazer a viagem.

“Meu maior sonho sempre foi estudar fora do país, por isso venho me dedicando para isso. Com o conhecimento que adquirir lá, vou poder trazer mais conhecimento para o Brasil e contribuir com o meu país”, diz.

A jovem conta no começo deste ano resolveu participar do concurso ‘Immerse Essay Competition‘, que seleciona anualmente as melhores redações de estudantes com idade entre 13 e 18 anos. Os vencedores ganham uma bolsa de estudos para um curso de férias em uma universidade inglesa, Oxford ou Cambridge.

Ela conta que tema da redação é escolhido pelo próprio estudante, e que escolheu escrever sobre a pandemia e formas de escravidão moderna. Todo o texto foi escrito em inglês e a jovem levou cerca de dois meses estudando e escrevendo seu artigo.

Quem acompanhou o processo de elaboração do texto foi o professor de inglês, Wendell Rois, que diz ter ficado muito feliz com o resultado.

“É um concurso onde participam milhares de jovens, de diversos países, e premia os melhores com descontos de até 70% no valor dos cursos de curta duração. Com isso o jovem pode participar de um programa acadêmico com duração de duas semanas, no verão de 2022, no campus de uma das duas universidades”, explica.

Luíza é filha de Luiz da Silva, que trabalha como zelador e de Andrea da Silva, que é dona de casa. A jovem é bolsista em uma escola particular de Feira de Santana.

“Vai ser a minha maior felicidade, o maior prazer da vida, ver a minha filha realizar o sonho dela”, ressalta a mãe.

A estudante começou a pedir ajuda para a vaquinha virtual há cerca de quinze dias e até agora conseguiu juntar R$ 11.455. Até o momento, cerca de 110 pessoas contribuíram, mas o valor ainda não é o suficiente para arcar com todos os custos da viagem.

“Qualquer quantia é bem vinda para quem quiser me ajudar a ficar um pouquinho mais perto de realizar esse sonho, explica a jovem.

Solidariedade

Luiza acredita na ajuda entre em pessoas para alcançar bens comuns. A jovem fundou, junto com duas amigas, uma ONG para distribuição de kits de absorventes para mulheres em situação de vulnerabilidade social, em Feira de Santana.

O projeto ‘Amor que absorve’ já distribuiu mais de 10 mil absorventes, em três meses de atividade, e até foi tema de uma matéria no programa Conexão Bahia, produzido pela Rede Bahia, afiliada da Rede Globo e exibido no último sábado (9).

A ideia, que surgiu durante um trabalho escolar de empreendedorismo, reforçou o objetivo da jovem de ajudar o próximo. “Vai ser uma experiência única e é muito importante”, reforça.

Baiana faz vaquinha virtual para curso em Oxford — Foto: Reprodução

Baiana faz vaquinha virtual para curso em Oxford — Foto: Reprodução

Informações; G1

OUTRAS NOTÍCIAS