Feira já confirmou mais de 4.600 casos de dengue e seis mortes pela doença em 2024

Foto: Divulgação/ Sesab
Foto: Divulgação/ Sesab

A Secretaria de Saúde de Feira de Santana já registrou, até esta terça-feira (18), 4.680 casos confirmados de dengue no município. Deste total, 705 pacientes apresentaram sinais de alarme ou a forma grave da doença. Seis mortes foram registradas e quatro notificações ainda estão sob investigação.

De acordo com a Vigilância Epidemiológica, existe uma grande quantidade de imóveis no município que não estão sendo visitados pelos agentes, pois os moradores nunca são encontrados. No entanto, entre os meses de março, abril e maio, um total 974 residências conseguiram ser recuparadas pelos profissionais de saúde.

“Nós conseguimos recuperar nos meses de março, abril e maio um total de 974 imóveis. Classificamos como recuperados essas casas que o agente passa durante a semana e não encontra ninguém, mas consegue ter acesso ao morador na passagem ao sábado”, pontuou.

Conforme o órgão municipal, entre janeiro e maio, os agentes de endemias efetuaram 516.811 visitas em prédios e residências de Feira de Santana. O maior número foi registrado em maio, com quase 116 mil atividades dessa categoria.

Armadilhas

Outra estratégia adotada pela Vigilância Epidemiológica é a instalação de ovitrampas em bairros e distritos da cidade com maior incidência de casos.

Segundo a coordenadora, foi iniciada a instalação de ovitrampas em Humildes, que tratam-se de armadilhas para atrair as fêmeas transmissoras da dengue.

“No início deste mês, nossa equipe esteve no distrito e colocamos 35 armadilhas. Já no bairro Mangabeira, no mês de maio, aplicamos 64. Todo trabalho é feito com base em critérios técnicos que envolvem fatores como habitação, focos encontrados e índices de casos”, pontuou. 

Folha do Estado

OUTRAS NOTÍCIAS