Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

Feira de Santana está na disputa por montadora de veículos militares que será instalada na Bahia

Feira de Santana está na disputa por montadora de veículos militares que será instalada na Bahia

A montadora de veículos militares VSK Tatical será instalada na Bahia em até 10 meses com investimento de R$ 200 milhões e Feira de Santana está na disputa receber a fábrica. Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador, é o outro município que também está sendo analisado para a implantação.

Em entrevista ao Acorda Cidade, o prefeito Colbert Martins afirmou que tem se empenhado ao máximo, para que Feira seja a escolhida. A previsão é que a fábrica gere 50 empregos diretos e 200 indiretos na fase inicial, com uma produção de 60 veículos por mês.

“No último final de semana tomamos conhecimento dessa ação que vem desde ano passado com o governo da Bahia e nós vimos inclusive que eles procuraram a Casa Civil do governo do estado e houve uma sugestão para Camaçari e, logo em seguida, por própria iniciativa própria eles encontraram condições bem propícias em Feira de Santana”, relatou Colbert ao Acorda Cidade.

A partir dessa informação, o prefeito disse que se reuniu com secretários e já solicitou uma audiência no Ministério da Defesa, em Brasília, para possibilitar acesso aos empresários da fábrica e mostrar que Feira de Santana está disposta a oferecer o que for preciso para receber a fábrica.

Colbert disse ao Acorda Cidade que pediu ajuda também do governador de São Paulo João Dória, que participa de um evento com empresários e pode ter acesso aos da VSK. “Vou pedir também a Associação Comercial, diretores lojistas… O que queremos oferecer é a alternativa de Feira de Santana ser a opção desses empresários. Estamos lutando muito e vale a pena lutar, para atrairmos essa fabricante que já está certo que vem para a Bahia”, frisou.

Mais sobre a fábrica

Segundo informações do Correio, o modelo J8, disponível em seis configurações diferentes, será montado sobre módulos importados do Jeep Renegade. “É uma parceria bilateral, uma relação governamental. A marca Jeep militar pertence ao governo dos Estados Unidos, aí nós trazemos para cá e montamos um veículo homologado pelo Exército”, explicou ao site Marcellus Ferreira Pinto, presidente executivo da VSK Tatical no Brasil.

O projeto é liderado pela empresa americana Von Suckow Tatical (VST), que tem a VSK Tatical como uma subsidiária da marca. O projeto, homologado pelo Centro de Avaliações do Exército (CAEx), teve anúncio realizado nesta terça-feira (2), durante a Feira de Internacional de Defesa, LAAD Defence & Security 2019, no Rio de Janeiro.

A ideia é produzir veículos para as Forças Armadas, polícias civis, militares e também órgãos de fiscalização, como Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e guardas civis. Atualmente, os carros são importados para o Brasil e entregues em 20 ou 30 dias. A ideia é aumentar a margem de lucro da empresa com a produção nacional.

OUTRAS NOTÍCIAS