Exame rápido diagnostica 2 casos de HIV na Micareta 2014

Exame rápido diagnostica 2 casos de HIV na Micareta 2014

DSC_0306

A quantidade de pessoas que se submeterem aos exames rápidos para detecção do HIV – vírus que causa a aids, sífilis e hepatites virais até o sábado de Micareta é 60% maior do que a quantidade realizada no ano passado. Respectivamente 217 e 131. Duas pessoas foram diagnosticadas com HIV. Não foi constatado casos das outras duas doenças.

Ao todo foram realizados 692 exames, cujos resultados são conhecidos em apenas 15 minutos. Os números finais serão apresentados ainda nesta semana pelo Programa Municipal DST/HIV/aids.

As pessoas diagnosticadas com o HIV foram orientadas a procurar o programa, no Centro Especializado Dr. Leone Leda, localizado no início da rua Geminiano Costa, onde serão avaliadas por um médico infectologista e enfermeiras.

Três exames de hepatite B deram como indeterminados. Os pacientes foram orientados a procurar o Programa Municipal de Hepatites, à rua Barão do Rio Branco, onde farão novos exames.

A grande demanda espontânea, na avaliação da coordenadora do programa, Vanessa Sampaio, mostra que as pessoas se preocupam em conhecer os seus estados de saúde, quando participam de alguma situação de risco – o sexo sem proteção, por exemplo.

Ela considerou a demanda grande e que a maioria das pessoas que se submeteram aos testes é do sexo masculino – e em idade reprodutiva, entre os 20 e 35 anos. “O tratamento é garantido para todos”, afirmou

OUTRAS NOTÍCIAS