Ex-siamesas baianas deixam UTI e vão para enfermaria de hospital em Goiânia

ex-siamesas-baianas-deixam-uti-e-vao-para-enfermaria-de-hospital-em-goiania

ex-siamesas-baianas-deixam-uti-e-vao-para-enfermaria-de-hospital-em-goiania

As irmãs Maria Eduarda e Maria Clara deixaram, na manhã desta terça-feira (22), a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Pediátrica do Hospital Materno Infantil (HMI), em Goiânia, e foram transferidas para a Enfermaria Pediátrica da unidade.

Clara e Eduarda deram entrada na UTI após a cirurgia de separação ocorrida no dia nove. Elas eram unidas pelo abdômen. As irmãs chegaram em Goiânia no dia 13 de julho com os pais, Denise Borges Oliveira e Caique Santana Barros dos Santos, para serem acompanhadas pela equipe do cirurgião pediátrico Zacharias Calil, responsável pela cirurgia de separação.

O procedimento contou com 15 profissionais, entre cirurgiões pediátricos, anestesistas, ortopedistas, médicos intensivistas, cirurgiões plásticos, cirurgiões vasculares, pediatras, enfermeiros e cardiologista. Durante a operação, o Dr. Calil percebeu que além de dividirem o fígado, como já se sabia, as gêmeas também dividiam uma membrana do coração, que também passou pelo procedimento.

Correio

OUTRAS NOTÍCIAS