Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

Ex-ministro, Mandetta diz que aumento de casos de Covid-19 é resultado do relaxamento do isolamento nos últimos 15 dias

Ex-ministro, Mandetta diz que aumento de casos de Covid-19 é resultado do relaxamento do isolamento nos últimos 15 dias

O ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, reconheceu em entrevista à CNN nesta quinta-feira (7), que o número de casos de Covid-19 disparou nos últimos 15 dias devido ao relaxamento nas práticas de distanciamento social.

“Essa escala maior é fruto do que fizemos nos últimos 15 dias, quando muitas pessoas relaxaram.”, afirmou.

Substituído por Nelson Teich na pasta, Mandetta acredita que a troca foi feita na busca de encontrar um nome que fosse mais alinhado à “visão econômica” do governo Bolsonaro. Segundo ele, as divergências nasciam da diferença em prioridades, já que o ministro defendia as políticas voltadas para a saúde.

“Acho que é por isso que o presidente fez a troca no Ministério da Saúde. Para que o atual ministro [Nelson Teich] possa ser mais alinhado com a visão econômica dos fatos”, opinou.

Sobre a mudança no discurso do próprio Teich, que chegou a falar da possibilidade de “lockdown” em determinadas cidades, o ex-ministro diz que “o Ministério da Saúde se rende ao vírus”, que atravessa todos que ficam em seu caminho.

“Acho que é por isso que o presidente fez a troca no Ministério da Saúde. Para que o atual ministro [Nelson Teich] possa ser mais alinhado com a visão econômica dos fatos”, resumiu.

OUTRAS NOTÍCIAS