Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

“Estamos voltando ao país da fome”, diz Bolsonaro a apoiadores ao defender fim do isolamento social

“Estamos voltando ao país da fome”, diz Bolsonaro a apoiadores ao defender fim do isolamento social

O presidente Jair Bolsonaro (Sem partido) disse, na manhã desta terça-feira (12), a apoiadores no Palácio do Planalto que o Brasil vai ser o país da fome com o isolamento social e voltou a defender a retomada do trabalho. A medida de isolamento é vista por especialistas do mundo todo como a principal para conter o avanço do coronavírus, que já matou mais de 10 mil pessoas no Brasil e 286 mil no mundo.

“Estamos voltando ao país da fome. Tem que tratar a questão do vírus juntamente com os empregos, são doisi problemas, vírus e desemprego […] os prefeitos têm que conversar com Dória porque o Supremo deu plenos poderes a eles, se fosse comigo seria diferente”, afirmou, ao ser questionado por um apoiador sobre a atuação do governo de São Paulo.

Em julho de 2019, o presidente chegou a dizer que passar fome no Brasil é uma grande mentira.

Nesta manhã, Bolsonaro fez um ato com o representante da Caixa Econômica no esteamento da bandeira do Brasil, depois encontrou apoiadores, abraçou e carregou crianças, cantou, junto com um grupo, músicas evangélicas  e parou para conversar com o público de eleitores presentes.

OUTRAS NOTÍCIAS