Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

Empresário descontrolado persegue, agride e quebra carro de mulher após leve colisão

Empresário descontrolado persegue, agride e quebra carro de mulher após leve colisão

Homem se descontrola após mulher encostar acidentalmente na lataria do seu carro. A vítima foi agredida e teve o automóvel depredado. O empresário foi detido mas liberado após pagar fiança.

Uma simples batida no trânsito neste domingo (24) se transformou em terror para a personal trainer Paula Paiva Ferreira, 25 anos. Depois de encostar acidentalmente o carro dela no veículo de um homem, em um posto de gasolina de Taguatinga, o condutor, identificado como o empresário Ênio César de Barcelos, 40 anos, a perseguiu e, no momento em que ela parou no semáforo, depredou o automóvel da mulher pulando no para-brisa. Violento, ele ainda agrediu física e verbalmente a mulher.

Imagens registraram o momento da investida do homem. Na primeira filmagem, Ênio pula em cima do veículo e chuta com os dois pés o para-brisa, até quebrar o vidro. Em outra gravação, é possível ver o agressor puxando o braço da vítima, enquanto as irmãs e a mãe dela gritam por socorro.

Paula disse que o criminoso ainda a hostilizou verbalmente, a chamando de “noiada” e “preta safada”. O braço e a mão dela ficaram machucados em decorrência da força empregada por ele.

Veja:

Estou até agora sem acreditar, devastada. Fisicamente, está tudo certo, mas psicologicamente, não muito”, afirmou Paula. “Uma violência na frente da minha família; estou me sentindo muito abalada com isso”, complementou.

Tudo começou quando a personal calibrava o pneu em um posto de gasolina. Ela afirma que precisou dar ré, mas não observou o carro do agressor atrás, e encostou na lataria do veículo dele. “Rapidamente freei, nem teve barulho de colisão nem nada, nem vi que tinha batido”, conta a jovem.

Depois disso, o homem a fechou, ainda no posto, e gritou que ela tinha batido no carro dele. A mulher conta que deu o número de telefone ao motorista, garantindo que arcaria com o prejuízo, mas, ainda assim, depois de sair do local, ele iniciou uma perseguição.

A mulher registrou boletim de ocorrência na 12ª Delegacia de Polícia (Taguatinga). O agressor chegou a ser detido, mas foi liberado após pagamento de fiança.

Informações: Pragmatismo Político

OUTRAS NOTÍCIAS