Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

Empresa ligada à UFBa deve conduzir contratação de 330 REDAs da Secretaria Municipal de Educação

Empresa ligada à UFBa deve conduzir contratação de 330 REDAs da Secretaria Municipal de Educação

A Secretaria Municipal de Educação negocia com uma empresa ligada à Universidade Federal da Bahia (UFBa) a realização da seleção pública para contratação de 300 professores e 30 intérpretes de libras, através do Regime Especial de Direito Administrativo (REDA). “Se não chegarmos a um acordo sobre valores com esta empresa, poderemos realizar uma licitação”, explica a secretária Anaci Paim, em contato com o Protagonista nesta segunda (10).

Ainda segundo a secretária, uma proposta foi feita pela empresa – ela não quis revelar o nome -, mas os valores foram considerados um pouco além. “Esta semana temos nova reunião para tentar um acerto. Caso isto não ocorra poderemos ter a licitação”, explica Anaci.

“Temos pressa para organizar este processo e realizar as contratações dos profissionais. Não há uma estimativa de quando estará atuando, mas tem que ser no menor espaço de tempo possível. As inscrições deverão ser feitas no prazo de cinco dias”, acentua Anaci.

Os profissionais irão atuar nas 206 escolas da Rede Municipal de Educação em atividades inadiáveis de ensino, ocupando vagas temporárias.

“O profissional que ingressa através deste tipo de contrato substituirá professores efetivos que estão afastados do trabalho, não comprometendo as vagas destinadas aos educadores concursados”, ressalta a secretária, em matéria da Secom.

As vagas temporárias são definidas a partir de situações de afastamento do professor que é servidor público, como licença médica, prêmio ou ainda por interesse particular.

Uma vez que o professor afastado temporariamente retornará ao seu posto, a vaga dele não pode ser ocupada em definitivo. “Já as vagas reais só podem ser preenchidas por professores concursados. É totalmente diferente do contrato temporário que visa atender a necessidades inadiáveis de ensino”, observa a secretária.

Desde a realização do último concurso para a área, no ano de 2018, 974 professores foram convocados, dos quais, 930 foram nomeados para atuar na Rede Municipal de Educação. A Prefeitura de Feira de Santana prorrogou o prazo de validade do concurso por mais dois anos, passando a valer até 2022.

Informações: O Protagonista

OUTRAS NOTÍCIAS