Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

Em Salvador, cacique Raoni comenta polêmicas sobre uso de fantasia de indígena no carnaval

Em Salvador, cacique Raoni comenta polêmicas sobre uso de fantasia de indígena no carnaval

Em Salvador para participar da 1ª Mostra de Interação do Artesanato Indígena, o cacique Raoni Metuktire, conhecido mundialmente como porta-voz das lutas pelo meio ambiente e pelos povos indígenas falou sobre a polêmica envolvendo fantasias de índio durante o carnaval.

Cacique Raoni foi indicado ao prêmio Nobel da Paz. Da etnia caiapó, o cacique Raoni não fala português e teve ajuda de um intérprete indígena durante coletiva de imprensa.

“Não é por mal quem está fazendo. Quem está fazendo, faz porque quer se enfeitar, adquirindo nossas vestimentas, nosso cocar, nossas coisas. Nós usamos objetos de vocês também, então é uma troca. Ele gosta e fica contente e alegre”, disse o intérprete, após o cacique se pronunciar sobre as vestimentas de índio no carnaval.

O cacique participará do carnaval de Salvador pela primeira vez, ao lado do cantor e compositor Edu Casanova, no domingo (22) e segunda (23) no Circuito Osmar (Campo Grande).

OUTRAS NOTÍCIAS