Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

Em Feira, Rui entrega viaturas e autoriza ampliação do sistema de abastecimento

Em Feira, Rui entrega viaturas e autoriza ampliação do sistema de abastecimento

Novas intervenções ampliam o sistema integrado de abastecimento de água de Feira de Santana, beneficiando cerca de 27 mil habitantes, principalmente dos municípios de Santanópolis, Tanquinho e Santa Bárbara. As obras de ampliação do sistema adutor de duas estações elevatórias foram autorizadas nesta terça-feira (4), junto com a entrega de 24 novas viaturas para renovar as frotas das polícias Civil, Militar e Corpo de Bombeiros da região.

As entregas foram realizadas pelo governador Rui Costa, que esteve no município também para autorizar o início das obras da policlínica e inaugurar a nova sede da Procuradoria Geral do Estado (PGE). Sobre as viaturas, o governador destacou que esse é um investimento não apenas na segurança ostensiva, mas principalmente na preventiva, como no caso do Corpo de Bombeiros.

“Estamos apostando no Corpo de Bombeiros como uma força preventiva e fiscalizadora. Pensando nisso, estamos equipando nossos bombeiros com mobilidade e, ao invés de ficar investindo em grande caminhões de combate a incêndios, vamos evitar que eles aconteçam”, afirmou Rui.

São cinco novos veículos e 10 motocicletas para a PM e cinco carros para a Polícia Civil, além de quatro veículos para salvamento e fiscalização, um conjunto de desencarcerador e notebook para controle das operações do Corpo de Bombeiros, num total de cerca de R$ 1,4 milhão em investimentos. Os equipamentos somam-se às mais de 1,6 mil viaturas entregues pelo Governo do Estado entre 2015 e 2017, totalizando um investimento de R$ 201 milhões.

Infraestrutura hídrica

No sistema integrado de abastecimento de água de Feira de Santana, que atende ainda aos municípios de Conceição da Feira, São Gonçalo dos Campos, Tanquinho, Santa Bárbara e Santanópolis, serão instalados 16 quilômetros de tubulação, aumentando em 20% a capacidade de adução e melhorando o abastecimento dos municípios, que atualmente é intermitente e insuficiente para a demanda. Serão cerca de R$ 4,8 milhões em investimentos.

 

Fotos | Manu Dias/GOVBA

OUTRAS NOTÍCIAS